Viveiro de Mudas

Upik: arquitetura móvel em São Paulo
4 de fevereiro de 2016
Projeto mescla objetos decorativos e obras de arte
10 de fevereiro de 2016

Viveiro de Mudas

O viveiro, com mais de 30 anos de existência, possui estufas e canteiros para o cultivo de 250 mil mudas por ano

 

Inaugurado em 1982 com projeto arquitetônico e paisagístico assinado pelo renomado arquiteto Ruy Ohtake, o Parque ecológico do Tiete, localizado na várzea do rio, entre Guarulhos e Ponte Nova, tem como uma das atrações o Viveiro de Mudas. Dos 14 milhões de metros quadrados que o parque possui, 40 mil são reservados à atração ecológica.

O viveiro, com mais de 30 anos de existência, possui estufas e canteiros para o cultivo de 250 mil mudas por ano, que são destinadas para programas de reflorestamento do PET, recomposição de matas ciliares e também projetos de arborização de ruas e praças organizadas pelas prefeituras municipais. As mudas se desenvolvem em tubetes, que contam com adubação automática graças ao sistema de irrigação por micro aspersores.

 

1 (3)

 

O espaço sempre recebeu os cuidados necessários, mas desde maio a atenção foi redobrada pelos funcionários do Departamento de Águas e Energia Elétrica e agora está passando por um processo de revitalização que engloba conservação dos canteiros através de capinação, limpeza e poda. Esses cuidados farão parte da manutenção contínua do espaço.

Além disso, mudas de plantas ornamentais, como hibisco amarelo, malvavisco vermelho, pingo de ouro, hortênsia e azaleia, serão introduzidas no viveiro, recebendo suporte de paisagismo. O viveiro é utilizado também pelo Centro de Educação Ambiental que promove passeios educacionais acompanhado de monitores do parque que devem ser agendados.

 

DSCN1858

 

 

Por Carla Rodrigues
Fotos Divulgação
Matéria Publicada em Revista Decorar 90

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!