Com racionalização dos espaços e truques de amplitude, projeto acomoda família em imóvel de 52 m²

Paleta Ralph Lauren dá o tom deste projeto, em Coral Gables
15 de junho de 2016
Projeto remodela imóvel no Brooklin para suprir novas necessidades de família que cresceu
28 de junho de 2016

Pequeno e acolhedor

Com racionalização dos espaços e truques de amplitude, projeto acomoda família em imóvel de 52 m².

 

Se o aproveitamento inteligente dos espaços é sempre importante, imagine em um apartamento de apenas 52 m² que será o lar de um casal e suas duas filhas pequenas. As dimensões modestas desse imóvel em Pirituba não impediram Adriana Fontana de transformá-lo em um recanto confortável, charmoso e na medida para as necessidades da família. Tudo isso sem derrubar paredes.

 

A divertida parede vazada com cobogós (Manufatti) cria uma divisória que contribui com a luminosidade da cozinha, que não tem janelas e recebe a luz natural vinda do estar e da área de serviço. O detalhe colorido também harmoniza os ambientes com detalhes no mesmo tom.

A divertida parede vazada com cobogós (Manufatti) cria uma divisória que contribui com a luminosidade da cozinha, que não tem janelas e recebe a luz natural vinda do estar e da área de serviço. O detalhe colorido também harmoniza os ambientes com detalhes no mesmo tom.

 

O segredo foi combinar todos os truques para ocupar cada centímetro com sabedoria e trazer a sensação de amplitude. Para isso, a designer de interiores usou muita marcenaria, espelhos e escolheu cada móvel com cuidado milimétrico. “O sofá da sala não tem um dos braços, com isso ganhamos 20 centímetros”, conta.

Outro exemplo é a mesa de jantar, que possui cadeiras (Natini) somente de um lado. Do outro, há um banco desenhado por Adriana que garante 40 centímetros extras de circulação.

 

O canto do estar foi definido pelo sofá e ganhou marcenaria (Todeschini) com painel de TV e gavetas. Ao fundo, a sala de jantar em vidro foi posicionada no canto do living, liberando a área de circulação, além de ter sido anexada ao espelho que duplica a área (Temperclub).

O canto do estar foi definido pelo sofá e ganhou marcenaria (Todeschini) com painel de TV e gavetas. Ao fundo, a sala de jantar em vidro foi posicionada no canto do living, liberando a área de circulação, além de ter sido anexada ao espelho que duplica a área (Temperclub).

 

Já os espelhos aparecem na área do jantar e no quarto do casal. “O ideal é colocar acima do rodapé, para não bater a vassoura na hora da limpeza, e que o vidro tenha pelo menos 8 mm de espessura, pois não corre o risco de trincar”, recomenda.

A base em cinza claro também contribuiu para ampliar o espaço, mas as cores vibrantes também marcam presença pontuando a personalidade dos ambientes, como o mix descontraído de azul petróleo e amarelo no living.

 

A mesa de jantar feita na medida da família é acompanhada das cadeiras Allegra, de Philippe Starck. No estar, a marcenaria previu prateleira e nicho para o pufe.

A mesa de jantar feita na medida da família é acompanhada das cadeiras Allegra, de Philippe Starck. No estar, a marcenaria previu prateleira e nicho para o pufe.

 

O espelho parece dobrar o tamanho do quarto do casal, que tem, ainda, estantes (Todeschini) e criados-mudos de vidro dos dois lados da cama, para cada um ter seu espaço.

O espelho parece dobrar o tamanho do quarto do casal, que tem, ainda, estantes (Todeschini) e criados-mudos de vidro dos dois lados da cama, para cada um ter seu espaço.

 

 

Por Marina Sola
Imagens Luis Gomes
Matéria Publicada em Revista Decorar 103.

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!