Casa de condomínio é personalizada para casal de meia idade que gosta de receber

Com a chegada do bebê o apartamento pedia mudanças
5 de abril de 2016
Apartamento gourmet
8 de junho de 2016

Para viver a maturidade

Casa de condomínio é personalizada para casal de meia idade que gosta de receber

 

Ao perceber que o apartamento de 180 m² em que morava no centro de São Caetano não atendia mais às necessidades da família, o casal de meia idade, cujos filhos já não vivem com eles, adquiriu um terreno dentro de um condomínio fechado em um bairro mais afastado da região central da cidade, por conta da maior segurança.

Ambos empresários da área de comércio exterior com gosto apurado e conservador, cuja preferência recai para acabamentos sofisticados, naturais e nobres, como mármores e pedras, desejavam uma residência prática e durável, em cores claras e nuances do cinza para azul. Para concretizar os sonhos em moradia, contrataram a arquiteta Margareth Zilo que elaborou o projeto de arquitetura e interiores.

 

1_Caad fotografia-22

O living integrado acomoda a lareira a gás que é o grande chamariz do social, cujo frontão é todo revestido em ônix. Duas poltronas giratórias revestidas de jacquard e o tapete de fios longos de seda criam um canto aconchegante. A banqueta laqueada e os elementos em tons de azul fazem o contraponto ao marrom predominante.

 

Distribuída em dois pavimentos, a casa de 300 m², executada pela construtora BAP, atende às principais necessidades dos clientes que precisavam de uma ampla sala de estar, área externa com piscina, um quarto para cada um dos três filhos – que moram fora – e a sobrinha que habita no local.

 

No estar, o móvel de MDF atende como home theater, bar e cristaleira. Ao centro, as mesas de madeira laqueada têm alturas diferentes, dão movimento ao espaço e apoiam o sofá feito sob medida para a família.

No estar, o móvel de MDF atende como home theater, bar e cristaleira. Ao centro, as mesas de madeira laqueada têm alturas diferentes, dão movimento ao espaço e apoiam o sofá feito sob medida para a família.

 

Para valorizar a amplitude do social e criar espaços integrados, em vez de uma coluna para sustentar o pavimento superior, o projeto previu uma viga de concreto suspensa e embutida no forro de gesso. O único pilar, que fica entre as salas de estar e jantar, acomoda a lareira e chama atenção por causa do revestimento em ônix.

 

A sala de jantar com pé-direito duplo fica mais grandiosa graças aos pendentes com cúpulas de vidro que iluminam a mesa de resina para dez pessoas. Na cabeceira, poltronas giratórias foram revestidas com suede. Já as outras cadeiras receberam couro. No piso, tapete belga (Pazyryk) de fibras de acrílico.

A sala de jantar com pé-direito duplo fica mais grandiosa graças aos pendentes com cúpulas de vidro que iluminam a mesa de resina para dez pessoas. Na cabeceira, poltronas giratórias foram revestidas com suede. Já as outras cadeiras receberam couro. No piso, tapete belga (Pazyryk) de fibras de acrílico.

 

O vão com pé-direito duplo também conduz luz natural ao hall de entrada e ao espaço de refeições, que está conectado à área gourmet, formando um único recinto em dias festivos. Portas de correr unem o espaço ao lazer, localizado nos fundos do imóvel, composto por piscina com cascata e fitness. A cozinha com acesso pelo jantar ganhou ilha e foi distribuída em U, aproveitando as paredes livres.

 

No espaço gourmet, o marrom que também predomina é quebrado pelo azul da porta do armário. A grande bancada revestida com placas de madeira tem tampo de granito marrom absoluto que apoia a churrasqueira. A mesa de madeira de demolição foi escolhida para receber mais oito pessoas.

No espaço gourmet, o marrom que também predomina é quebrado pelo azul da porta do armário. A grande bancada revestida com placas de madeira tem tampo de granito marrom absoluto que apoia a churrasqueira. A mesa de madeira de demolição foi escolhida para receber mais oito pessoas.

 

No piso superior, está a área íntima com um pequeno estar que se debruça para o vão. A suíte do casal em sintonia com a sofisticação da residência é marcada pelo lustre de cristal italiano – peça do acervo pessoal dos moradores. Um porta de correr espelhada replica o ambiente dá acesso ao closet e ao banheiro, cujo design privilegiou o conforto.

 

O hall íntimo no superior ganhou banco de madeira ébano com estofamento de camurça aparado pela cômoda bombê de madeira. Para quebrar os tons claros, o tapete de lã tibetano.

O hall íntimo no superior ganhou banco de madeira ébano com estofamento de camurça aparado pela cômoda bombê de madeira. Para quebrar os tons claros, o tapete de lã tibetano.

 

O ponto de partida da suíte máster foi o design do lustre de cristal italiano dos moradores. A cabeceira almofadada com couro sintético compõe com o papel de parede

O ponto de partida da suíte máster foi o design do lustre de cristal italiano dos moradores. A cabeceira almofadada com couro sintético compõe com o papel de parede

 

A fachada em diferentes volumes diferencia-se pelo revestimento em pedras brutas Hijau, que compõem com o verde do paisagismo, do vidro do guarda-corpos e do fechamento da lateral da casa, em contraponto às superfícies alvas. Com a casa pronta, os moradores foram beneficiados com o ganho de conforto e qualidade de vida.

 

Área externa é contemplada por piscina com cascata revestida com pastilhas de cerâmica. Repare no deck de madeira ipê que se sobressai perante as placas atérmicas à base de cimento e funciona como caminho que conduz à edícula onde está o fitness.

Área externa é contemplada por piscina com cascata revestida com pastilhas de cerâmica. Repare no deck de madeira ipê que se sobressai perante as placas atérmicas à base de cimento e funciona como caminho que conduz à edícula onde está o fitness.

 

 

Por Rafael Conti
Imagens Rogério Cajui
Matéria Publicada em Revista Decorar 98

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!