Rita Amorim e Gleice Cappellette

Mares do Sul
12 de maio de 2014
Para vestir a casa
21 de maio de 2014

Rita Amorim e
Gleice Cappellette

 

A designer e a arquiteta juntaram
seus expertises para desbravar o novo mercado

 

Graduada em administração de empresas com pós-graduação em administração hoteleira, Rita Amorim passou um tempo decorando os hotéis da família até que decidiu profissionalizar-se de vez cursando design de interiores. A partir daí, ela passou a focar sua carreira na arte de desenhar espaços. Gleice Cappellette cursou arquitetura e urbanismo e se especializou em projetos hospitalares e de clínicas.

“Nos conhecemos em Milão, em uma das viagens promovidas pelo Part Club do Lar Center”, lembra Rita. As duas, moradoras de Santana, em um bate-papo durante um percurso de trem descobriram que ambas precisavam de um parceiro para dividir um escritório. Dito e feito, da viagem nasceu uma parceria e a dupla começou a compartilhar o mesmo espaço.

Durante três anos, cada uma com a sua clientela e sua especialidade desenvolviam seus trabalhos. Quando entrava algum projeto de interiores na área residencial para Gleice, Rita sempre acabava agregando alguma ideia. No entanto, com a falta de tempo Gleice começou a ter que pensar dispensar clientes na área residencial. Foi então que resolveram unir forças e clientes, até por conta do desenvolvimento imobiliário que chegou na região Norte. Com o novo formato de parceria, agora, as duas decidem juntas as propostas residenciais e a equipe traça os desenhos.

Um exemplo é este apartamento em Santana, com 130 m2, novo em folha, o qual realizaram o projeto de interiores. Os clientes são um casal jovem, com duas filhas, que gosta de curtir e receber os amigos e é simpatizante do estilo rústico moderno. “Eles sabiam bem o que queriam, o que facilitou nosso trabalho em todas as etapas do projeto”, diz Rita.

A principal solicitação foi espaços integrados para privilegiar funcionalidade e aconchego. A inspiração veio das feiras nacionais e internacionais e das revistas especializadas, que apontam as últimas tendências. Assim, o ponto primordial foi a base neutra com muita madeira e tons claros que criaram suporte para as cores de obras de arte, objetos e almofadas.

A marcenaria aliou-se aos mobiliários e junto com a luminotécnica concretizando os desejos dos proprietários. Oras os revestimentos ajudaram a conectar os espaços, como o piso em porcelanato e o azulejo com motivo que lembra ladrilho hidráulico, presente no living, na varanda gourmet e na cozinha; oras a diferenciá-los por meio das texturas e cores a exemplo do cimentício na parede do jantar e dos painéis de madeira. O resultado: um apartamento confortável e propício para receber os amigos.

Fotos Thiago Henrique

01

Adeptas das novas tendências e de linhas modernas, a dupla acredita na simplicidade do design.

03 04

O living integra-se pelo piso de porcelanato Portinari (Empório Revestir) e é segmentado pelo bufê (Breton) que compõe com o painel do home theater. Este também embute a porta de correr dando maior privacidade à área íntima. O estofado com almofadas soltas se adapta ao uso do estar/home theater.

05

No jantar, o destaque fica para o revestimento em alto relevo da Castellato e do pendente Bossa (Lumini) sobre a mesa de jantar que comporta oito pessoas com conforto. Além do áudio, o forro de gesso embute a cortina da Casa Mineira enfatizada pela iluminação.

06

Idealizada para o proprietário que adora cozinhar, a área de preparo da varanda gourmet tem ilha de Silestone e é equipada com churrasqueira e chopeira. Os armários (Florense) ajudam a organizar o espaço.

07

Apropriada para receber os amigos do marido, a varanda tem mesa redonda que racionaliza o espaço e comporta bem sete pessoas sentadas nas cadeiras em fibra que combinam com o sofá. Tudo da Breton. O painel de carvalho sustenta a TV.

08

A cozinha é integrada à área gourmet da varanda por meio do revestimento de parede e dos armários da Florense. Ela atende ao proprietário com amplas bancadas. Aqui, a cor eleita foi o branco que compõe com o vidro e o aço dos eletrodomésticos.

09

O papel (Casa Vitta) e o quadro (Clami) levam grafismo ao quarto do casal. A roupa de cama (Marlene Enxovais) acetinada e em tom mais escuro contrasta com a laca do móvel.

 

Perfil
Rita Amorim e Gleice Cappellette

Naturalidade: São Paulo

Graduação: administração na FAAP (1986) e design de interiores na Escola Panamericana de Arte (20010; arquitetura e urbanismo na FAUS (1994)

Tempo de atuação: 15 anos e 19 anos

Áreas de atuação: design de interiores e arquitetura

Estilo: contemporâneo sem dispensar clássico e atemporal; definido pelas tendências e por conforto, elegância, simplicidade e ousadia

Morar bem é: pertencer ao lugar onde vive

Bom design é: simples e elegante

Luxo é: ter tudo o que se precisa

O cliente ideal é: o que respeita seu trabalho e aceita novas ideias

Referências que pautam seus projetos: feiras internacionais, livros e revistas

Mobiliário: cadeiras e poltronas do Sergio Rodrigues

Obras de arte: as telas de Paul Klee

Revestimentos: madeira e concreto aparente

Obras de arquitetura: A Sagrada Família, de Antoni Gaudí e Museu Porsch em Stutgart

Ícones de São Paulo: Sesc Pompéia e Masp

Para a dupla, o bom design é simples e elegante, a exemplo deste lavabo onde elementos como a bancada de madeira de demolição, a cuba de design e o espelho do proprietário são os pontos altos.