Apartamento gourmet

Casa de condomínio é personalizada para casal de meia idade que gosta de receber
7 de junho de 2016
Entregue pela construtora sem acabamentos, a casa ganha requinte com projeto da arquiteta Cilene Dalben
9 de junho de 2016

Apê gourmet

Em vez de se contentar com a varanda. a família optou por adquirir um imóvel só para sessões gastronômicas

 

A gastronomia é assunto cada vez mais recorrente na vida de quem mora em grandes cidades, antes trancada por quatro paredes de uma cozinha fechada e escondida da vida social, agora atrai olhares por todos os cantos, enchem a grade de programação dos canais de TV, pulula nas livrarias com edições gastronômicas e circula entre os grupos mais hypados da capital paulista. Assim como os projetos passaram a valorizar o ambiente como um espaço social da casa.

Bom exemplo é desta moradora de um apartamento no bairro Vila Leopoldina, que tem a culinária como hobby e gosta de receber amigos em casa para almoços e jantares. Porém, o fato de ter de ficar fechada na cozinha, distante dos convidados durante a preparação das refeições, não era muito agradável. O anúncio de venda de um apartamento foi visto como oportunidade para ter um espaço especial para os encontros à mesa.

 

1_2_Vila Leopoldina 2 (4)

A bancada de Silestone branco com cooktop é a estrela do apartamento gourmet, de onde a proprietária se relaciona com os convivas dispostos na grande mesa com tampo de vidro, acompanhada por cadeiras. Repare que o living é integrado com os principais ambientes voltados para a cozinha.

 

O imóvel com área total de 120 m² e se localiza em uma segunda torre, no mesmo condomínio em que a cliente mora com marido e filhos. Com a aquisição, surgiu a necessidade de integrar os ambientes com a cozinha, cujo projeto de interiores foi comandado pela engenheira e designer de interiores Ana Andrade.

A cliente tinha uma proposta inicial bastante inusitada: unir completamente os cômodos do apartamento. O resultado, menos ousado, integrou living e cozinha em um espaço aberto, mas manteve a área íntima com as separações originais entre cada ambiente. Segundo a arquiteta, essa opção atende às necessidades da proprietária, mas também permite que o imóvel seja atrativo a possíveis compradores em caso de venda

 

O painel de madeira louro-pardo reveste toda a extensão de uma das paredes do living e camufla portas. O piso de marmoglass branco destaca o mobiliário preto e branco, como as cadeiras em estilo Luiz Felipe.

O painel de madeira louro-pardo reveste toda a extensão de uma das paredes do living e camufla portas. O piso de marmoglass branco destaca o mobiliário preto e branco, como as cadeiras em estilo Luiz Felipe.

 

A cozinha foi distribuída em uma parede, sendo equipada com armários de MDF padrão amadeirado, para combinar com a parede. As bancadas de apoio são Silestone branco.

A cozinha foi distribuída em uma parede, sendo equipada com armários de MDF padrão amadeirado, para combinar com a parede. As bancadas de apoio são Silestone branco.

 

Os acabamentos originais foram substituídos por materiais resistentes e de fácil manutenção devido à grande circulação de pessoas que era esperada. A parede que separa o living da área íntima recebeu placas de madeira louro-pardo – espécie encontrada em grande parte do solo brasileiro, Argentina e Paraguai – que aquecem o ambiente e camuflam as portas. O piso de marmoglass branco amplia o espaço e ajuda a destacar o mobiliário escuro.

Como o foco do ambiente são os grandes encontros em torno da gastronomia e regados a bebida, a estrela é a grande bancada que compõe com a mesa de jantar para dez pessoas. O estar foi disposto com móveis voltados para o lado gourmet, privilegiando a interação.

 

O destaque do canto de estar é a estante laqueada com fundo espelhado e iluminação embutida, feita sob medida. Logo à frente, está o sofá atendido por mesinha voltado para o espaço gourmet. A cortina de seda, embutida no forro de gesso, arremata o espaço com elegância.

O destaque do canto de estar é a estante laqueada com fundo espelhado e iluminação embutida, feita sob medida. Logo à frente, está o sofá atendido por mesinha voltado para o espaço gourmet. A cortina de seda, embutida no forro de gesso, arremata o espaço com elegância.

 

A suíte máster foi mantida para acomodar amigos que queiram passar a noite no local para não ter de dirigir depois de beber, por exemplo. O segundo quarto da planta original foi transformado em brinquedoteca para acomodar crianças e babás durante um jantar. O imóvel também inclui um espaço que permite, quando necessário, o uso de home office. Por fim, o apê transformou-se em um adendo do imóvel-residência.

 

Na área íntima, o dormitório para convidados recebeu papel na parede, onde a cabeceira laqueada da cama se sobressai. Como iluminação, as arandelas fizeram a diferença.

Na área íntima, o dormitório para convidados recebeu papel na parede, onde a cabeceira laqueada da cama se sobressai. Como iluminação, as arandelas fizeram a diferença.

 

No banheiro, a parede ficou mais delicada com o revestimento vinílico que também traz praticidade. Para a bancada, marmoglass esculpido.

 

 

Por Rafael Conti
Imagens Renata Fontana
Matéria Publicada em Revista Decorar 98

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!