Projeto luminotécnico

Herman Miller busca talento do design
1 de outubro de 2014
Produtos com design
28 de outubro de 2014

Iluminação valoriza o espaço, cria cenários e destaca a decoração

Em um apartamento de 82,2 metros quadrados, as arquitetas Erika Fukunishi e Thalita Miura Miyawaki, da EFTM Arquitetura, aproveitaram os diferentes efeitos proporcionados pela iluminação, a qual passou a ser elemento fundamental de todo o processo de criação e execução do ambiente.

O corredor de entrada da residência foi trabalhado em painéis com papel de parede valorizados pelas fitas de LED na parede, direcionando o fluxo de circulação. “O projeto luminotécnico foi pensado já na concepção do projeto geral, eles caminham e se desenvolvem juntos. Se tivéssemos trabalhado o papel de parede sozinho, sem a iluminação, por exemplo, o projeto seria outro, completamente diferente”, esclarece a arquiteta Erika Fukunishi. A luz funcional dos espaços ficou por ponta das luminárias box embutidas no teto do corredor e da iluminação indireta com o rasgo de luz no gesso com fitas de LED, centralizado com a mesa de jantar.

A concepção luminotécnica da sala de jantar foi pensada para criar cenários diferentes, “quisemos dar à cliente a opção de um clima mais romântico, com luz indireta proporcionada pelo rasgo de luz no gesso ou a opção para o dia a dia acendendo apenas o lustre obtendo uma iluminação mais geral”, explica Thalita Miura Miyawaki. A iluminação assume diversos formatos e pode até trazer novos conceitos para outros já convencionais, o lustre desse projeto, por exemplo, é o ponto central do ambiente, que, além de romântico, traz um ar de sofisticação.

Confira fotos do ambiente:

BG_strip_19487_0_full BG_strip_19487_1_full