Design e armazenamento de vinhos

Arq.Futuro discute as cidades e a água
11 de setembro de 2014
Herman Miller busca talento do design
1 de outubro de 2014

Solução possibilita inserir adega na decoração, mesmo quando não se dispõe de muito espaço

A arquiteta Tatielly Zammar projetou o banco-adega para o ambiente ‘Loft da Gourmet’, na Casa Cor Paraná 2014. A profissional explica que o móvel foi criado para compor a mesa de jantar e transformar a área de circulação em um ambiente atraente e aconchegante, com um design diferenciado.

“No conceito morar bem, a chef que inspirou o projeto do loft trabalha com a harmonização de vinhos, e isso nos fez pensar em um local para armazenar as garrafas que coleciona, com lugar para 80 garrafas, aproveitando um espaço que geralmente é perdido. Um aproveitamento funcional, de extremo charme e elegância”, alega.

O banco-adega harmoniza com a parede de tijolos rústicos, iluminação com fita de LED âmbar embutida, e molduras clássicas, como uma galeria de arte. Os futons e almofadas que complementam o móvel, o tornam confortável de sentar, de maneira descontraída. Outro detalhe criativo e funcional é o tampo em vidro, que foi criado com um rasgo em círculo para embutir a champanheira e servir como balde de gelo, em uma composição de peças decorativas e rolhas, integrando a ambientação.

Confira fotos do ambiente:

BG_strip_19331_0_full

Projeto comporta até 80 garrafas.

 

BG_strip_19331_1_full

Os futons e almofadas que complementam o móvel, o tornam confortável para sentar.