Reforma rápida e econômica torna clima de apê alugado mais jovem e acolhedor

destaque
Estilo contemporâneo atemporal de Camille Dalla prima pelo alinhamento perfeito entre simplicidade e sofisticação
3 de novembro de 2017
destaque
Neste apartamento de 125 m² soluções sustentáveis foram sutis, mas eficientes, primando pelo conforto e sofisticação
13 de novembro de 2017

Sem quebra-quebra

Reforma feita em tempo recorde e com muita economia torna clima de apê alugado mais jovem e acolhedor

 

 

reforma2

A parede de pedra que imita tijolos foi uma boa solução para rejuvenescer o ambiente.

 

O apartamento de um jovem executivo do mercado financeiro precisava de uma reforma para ganhar personalidade. O maior problema esbarrava no fato de o imóvel ser alugado, portanto reformas com muito quebra-quebra seriam inviáveis. Giovanna Z. Montagna e Luiza Masetti Lessa, arquitetas do Arq Tips, encararam o desafio de rejuvenescer o ambiente sem muitos procedimentos invasivos. “Conseguimos transmitir o espírito jovem do morador com soluções práticas, rápidas e dentro do budget estimado inicialmente”, explica Giovanna.

 

De acordo com as profissionais, a reforma do apartamento de 70 m² localizado no Itaim Bibi não incluiu remoção das paredes, o que barateou o custo e evitou a transformação da planta do apê para futuros inquilinos. As maiores mudanças foram nos revestimentos, como a parede de pedra da sala de TV, que imita tijolinhos. “Reaproveitamos móveis existentes e garimpamos objetos mais em conta. Direcionamos a maior parte do budget para peças que o cliente poderia levar quando deixasse o apartamento”, comenta Giovanna. Tudo isso agilizou a reforma –executada em tempo recorde: apenas duas semanas.

 

reforma3

Como a proposta era dar novo visual ao apê sem grandes gastos, o sofá do cliente foi apenas reformado, mas o novo tapete, da by Kamy, veio para compor a estética contemporânea do ambiente.

 

reforma1

As cores sóbrias e aconchegantes marcam o projeto, como a parede revestida com pintura Suvinil, cor Elefante, quebrada pela descontração do quadro Moldura Minuto.

 

Muito da estética do apê, marcada pelo uso de madeira e paleta de cinzas, foi baseada justamente em uma peça que já pertencia à mobília: o rack da sala. “Como o cliente é jovem e já tinha o rack bem despojado de madeira rústica, tijolo, cimento queimado e as cores cinza e preta tinham tudo a ver com o perfil dele”, lembra a profissional. Nota-se, por exemplo, que além do rack, o sofá também foi reaproveitado – apenas reformado para receber um estofamento que dialoga melhor com o projeto.

 

“Para deixar o apê mais acolhedor, tiramos o branco das paredes que remetiam muito a um apartamento cru e recém alugado. Direcionamos a maior parte do budget em peças que o cliente poderia levar quando deixasse o apartamento”.

Giovanna Z. Montagna e Luiza Masetti Lessa, arquitetas da Arq Tips

 

reformar4

O rack abaixo da TV, que também já pertencia ao morador, foi a peça que originou todo o conceito do projeto. O visual rústico do móvel foi o ponto de partida para combinar com elementos modernos.

 

reforma5

A parede da sala de jantar revestida com espelho ajuda a dar amplitude ao apartamento. O quadro Urban Arts e o lustre Etna ressaltam o visual urbano projeto.

 

As paredes do apê ganharam o cinza fechado, que expressa a juventude do cliente. As cadeiras e o lustre da sala de jantar acentuam esse visual, com seus tons de preto opaco. A escala de cinzas, no entanto, é quebrada com um grande quadro no tom de azul do mar.

 

No quarto, a cama box do jovem ganhou uma cabeceira de madeira de demolição, demarcando o visual rústico e urbano do projeto. O revestimento cimentício das paredes também remete ao estilo jovem presente nos corredores do apê. Uma das paredes, no entanto, recebeu pintura de lousa, uma escolha feita para personalizar o visual do apartamento e ainda receber recados dos amigos que por ali passam.

 

reforma7

O corredor pintado com tinta de lousa estampa belas ilustrações feitas a giz.

 

reforma6

No quarto, a madeira de demolição é combinada com revestimento cimentício da Pedra Paulista.

 

 

Por  Victor Hugo Felix
Imagens Mariana Orsi
Matéria Publicada em Revista Decorar 124.

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *