Com estilo rústico chic, projeto desta casa de campo é aconchegante com um toque de luxo

Elegância e criatividade traz sofisticação sem excessos e destaca detalhes em meio a tons neutros
29 de julho de 2017
destaque
Com foco no lazer familiar, projeto traz como prioridade conforto e descontração
2 de agosto de 2017

Ares do campo

Seleção de revestimentos e móveis garante a bossa campestre – e com muita personalidade

 

 

projeto1

Com grandes esquadrias de madeira e pé-direito duplo valorizado pelo lustre, o pavimento inferior abriga espaço de estar e jantar integrados. Aqui, sofá e poltronas da Brentwood fazem um jogo de cores que conversa com o ladrilho hidráulico, sobre o piso de cimento queimado. O tijolo aparente traz um ar mais rústico.

 

Um refúgio – essa é a palavra que melhor define o desejo dos proprietários da casa localizada no bairro do Portão, em Atibaia, no interior de São Paulo. A dupla de empresários e seus dois filhos – um jogador de futebol e outro escritor – levam uma vida sem excessos, porém com conforto, e adoram se reunir para aproveitar os momentos de relax. Pensando nisso, a designer Léa Kaufmann e a arquiteta Lays Lopes, do Studio LK, contratadas para criar o projeto de interiores, inspiraram-se na personalidade da família para compor uma casa de campo que segue o estilo rústico chic, um verdadeiro recanto para fugir da correria da capital.

 

“Abusamos da madeira nas esquadrias por conta de seu conforto. O cimento queimado no chão e o tijolo em alguns pontos da parede trazem a rusticidade que procurávamos, ao passo que o mobiliário veio com uma pegada mais de casa de campo, porém com muita praticidade”, conta a arquiteta Lays Lopes. Segundo ela, a marcenaria foi uma aliada no projeto, já que a maioria dos móveis foi feita sobmedida e composta com a mistura de novas peças com o que a família já possuía.

 

“O projeto foi inspirado no gosto dos clientes: madeira para o conforto e cimento queimado para toque rústico”

Léa Kaufmann e Lays Lopes, designer e arquiteta do Studio LK

 

projeto2

A sala de jantar foi composta por mesas e cadeiras com estilo mais campestre. As portas de correr levam à varanda com deck de madeira.

 

projeto3

A varanda recebeu deck de madeira de demolição e espreguiçadeiras para os momentos de relaxamento.

 

projeto5

Detalhe da parede de madeira de demolição que delimita a cozinha, com trecho de música. A escadaria de ferro leva ao piso superior, onde estão os quartos e a sala de TV.

 

Apesar de rústica, a casa de campo contou com algumas soluções cheias de personalidade – como a parede de madeira de demolição que delimita o espaço da cozinha com a sala de jantar, que recebeu pintura com um verso de uma música dos Titãs sobre o vão do passa-pratos.

 

“Nosso projeto conversa com a área externa que já estava pronta, com piscina e muito verde”, explicam. As profissionais pensaram em um deck de madeira, por exemplo, que se projeta como uma varanda no piso térreo da casa. O guarda-corpo de vidro garante a bela vista da natureza.

 

O projeto luminotécnico foi pensado individualmente para cada ambiente. Para ressaltar o pé-direito duplo da entrada, por exemplo, um belo lustre, feito sob medida por um serralheiro local, é um belo convite a viver a casa.

 

projeto6

Pela fachada de vidro, temos a impressão de que a escadaria encontra-se na parte externa da casa.

 

projeto7

Um canto mais recluso funciona como escritório para os proprietários, compostos com mobília da família.

 

projeto4

Repare como a casa, com materiais rústicos e bastante vidro na fachada, integra-se com a área externa, com paisagismo de Catê Poli Paisagismo.

 

 

 

 

Por Marcela Millan
Imagens Lays Medeiros
Matéria Publicada em Revista Decorar 120.

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!