Neste apartamento de 125 m² soluções sustentáveis foram sutis, mas eficientes, primando pelo conforto e sofisticação

Reforma rápida e econômica torna clima de apê alugado mais jovem e acolhedor
6 de novembro de 2017
destaque
O visual contemporâneo e sofisticado do Olivio Gastrobar
14 de novembro de 2017
destaque

Sustentabilidade sutil

No Alto da Lapa, este apartamento sofisticado foi projetado com detalhes que reduzem a agressão ao meio ambiente

 

 

apartamento2

O rack é uma criação de Adriana Noya, com execução da AG Movelaria, no padrão rovere quartier.

 

Para designers de interiores e arquitetos é um desafio criar projetos com o conceito de reduzir minimamente a agressão ao meio ambiente e, por essa razão, o mercado cria certificados que atestam a sustentabilidade das obras desses profissionais. A arquiteta Adriana Noya, por exemplo, recebeu a credencial LEED AP BD+C – Building Design and Construction, que qualifica o seu trabalho como arquitetura e construção sustentável. Neste apartamento de 125 m², no Alto da Lapa, as soluções sustentáveis adotadas pela arquiteta foram sutis, mas eficientes a ponto de o cliente quase não notá-las.

 

No apartamento do jovem casal com predileção por um décor suave e aconchegante, Adriana Noya utilizou Iluminação 98% de LED, além da paginação dos porcelanatos para gerar menos resíduos. Os caixilhos e bancadas da própria obra foram reaproveitados em outro projeto, enquanto os metais existentes foram aplicados na própria obra – comprou-se somente o necessário para complementar. “São alguns exemplos que os clientes nem percebem”, observa a arquiteta.

 

apartamento3

O clima sofisticado vem com cores suaves do projeto, como o sofá de tom terroso da Artefacto. O pendente Lustreco, com seu design arrojado, dá um toque inusitado ao morar.

 

apartamento4

Luminárias e abajures do apê são da Labluz,como o da sala de estar.

 

Visualmente, o projeto prima pelo conforto e pela sofisticação, utilizando cores neutras e peças de design arrojado. “Os clientes buscavam um apartamento neutro, suave, relaxante. Eu, pessoalmente, gosto de cores vivas, mas neste já fiquei feliz com o azul marinho da pastilha da cozinha e os detalhes nas roupas de cama”, explica Adriana Noya. A sala é exemplo da estética clean preferida pelo casal – paredes de coloração cinzenta encontram a companhia neutra do sofá branco. Já a sala de TV ganhou o aconchego da madeira que reveste a parede, e o sofá em tom bege complementa a textura do revestimento.

 

“Gosto de trabalhar com mármore, pois, além de ser um material natural, traz um toque clássico e sofisticado”

Adriana Noya, arquiteta

 

O branco predomina ainda na cozinha, com armários marcados por traços retos e com detalhes de madeira para “aquecer” ao ambiente. Uma das paredes quebra a neutralidade com seu revestimento de pastilhas, criando formas geométricas de estética contemporânea. Na sala de jantar, com a grande mesa e o imponente lustre, uma cuba esculpida em mármore foi instalada para dar praticidade ao cômodo.  A cuba esculpida também foi utilizada no banheiro, que recebeu um tom acentuadamente clássico.

 

apartamento1

A lareira da Rocamar recebeu mármore Carrara por ser material natural e sofisticado.

 

apartamento5

O aparador Artefacto dá um toque de estilo clássico ao mesmo tempo que confere funcionalidade ao ambiente.

 

apartamento8

Na cozinha, o branco prevaleceu a partir da bancada e dos armários Ornare, além da coifa Brastemp, quebrado pelo azul marinho da pastilha Colormix.

 

O quarto do casal e o das crianças – onde se acomodam a filha mais velha e o menino que ainda está para nascer – são marcados pelo uso de cores mais vivas na roupa de cama, de modo a equilibrar o tom neutro das paredes e dos móveis. Um charme adicional foi dado ao quarto do casal: a penteadeira com espelho camarim, que pode também ser utilizado como escrivaninha. O conforto desejado pelos clientes, assim, foi alcançado – e com boa dose de preservação ambiental.

 

apartamento6

Cama e criados-mudos do quarto do casal, da Quartos Etc., além de confortáveis, são projetados para criar um clima contemporâneo.

 

apartamento7

O closet se tornou um espaço multifuncional, servindo também para acomodar o aparelho de TV, que pode ser “escondido” automaticamente dentro do móvel quando não é usado. A peça foi executada pela Ornare.

 

 

 

Por  Victor Hugo Felix
Imagens Roger Dipold
Matéria Publicada em Revista Decorar 124.

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *