Com décor emocional, espaços mesclam elegância, história e verde exuberante

Tecnologia, modernidade e conforto são destaques em reforma feita sob medida para relaxar
15 de janeiro de 2018
destaque
Projeto preza por reforma com décor de linhas contemporâneas e muita integração
18 de janeiro de 2018
destaque

Emoldurado pela natureza

Apartamento projetado para privilegiar a vista do Parque Ibirapuera aposta em décor emocional

 

 

 

Projeto1

Ao projetar o próprio apartamento, Isabel Dantas de Freitas quis estar cercada pelo verde – e não apenas da vista do parque. Amante da jardinagem, buscou Alex Hanazaki para o paisagismo, que inclui um jardim vertical que abraça os dois andares da cobertura.

 

Ao adquirir essa deliciosa cobertura de 370 m² localizada no bairro Paraíso, a designer de interiores Isabel Dantas de Freitas imediatamente teve uma certeza – pensar em um projeto para valorizar a vista privilegiada que possuía, com a riqueza do verde do Parque Ibirapuera a seus pés. Assim, aboliu o uso de cortinas, deixando os grandes painéis de vidro emoldurarem a paisagem, como um enorme quadro. “Como os vidros possuem película escura, há controle da luminosidade sem interferir ou esconder a vista”, comenta a profissional.

 

Projeto2

Piso de madeira de demolição mescla-se com o verde do paisagismo abundante. Aqui, a poltrona convida à apreciação.

 

projeto3c

A imersão na natureza é total, tanto que a sensação é de uma casa no meio da mata. E para incrementar o clima de relaxamento, um spa com hidromassagem foi previsto na área externa.

 

projeto4

No detalhe, note como o imóvel se integra com a área externa por meio das esquadrias de vidro.

 

Por se tratar do próprio apartamento, que divide com seu marido e um filho, Isabel buscou trazer para perto um pouquinho de toda sua história – e de sua família. Assim, os espaços contam com objetos, obras e móveis que são herança de família, uma forma de levar para o décor o aspecto emocional que vai além do estético. São peças que se misturam com alguns mobiliários de desenho próprio, como as mesas de centro, ou pontuais peças de design, como cadeiras de Claudia Moreira Salles. Tudo arrematado pela iluminação pensada junto com o projeto de decoração para destacar esses elementos tidos como principais, como também esculturas e quadros.

 

“Aboli o uso de cortinas para priorizar a vista do parque. O uso do Insufilm é a solução para controlar a luminosidade”

Isabel Dantas de Freitas, designer de interiores

 

projeto5

Os ambientes sociais são integrados, mas bem delimitados pela disposição do mobiliário – heranças da proprietária, que o mesclou com mesas de centro desenhadas por ela mesma.

 

projeto6

No jantar, a mesa com tampo de vidro reflete o pendente. A parede também toda envidraçada confere sensação de amplitude.

 

Com dois pavimentos, a cobertura se divide de maneira a imitar uma casa, a começar pela área externa, no andar inferior, que prioriza o verde – uma emulação do parque vizinho, por que não? Afinal, Isabel deixou nas mãos de Alex Hanazaki o trabalho de paisagismo, que trouxe espécies exuberantes, contando até mesmo com um jardim vertical que parece envolver o apartamento como uma caixa verde. Ainda neste andar, estão as áreas sociais, com living e jantar que se integram aos terraços. No piso superior, por sua vez, estão os espaços íntimos, com quarto e área externa perfeita para relaxar. Muito uso de espelho garante uma sensação de amplitude no apartamento, que, apesar de descompartimentado, tem espaços bem delimitados pela disposição intimista do mobiliário.

 

projeto8

Canto mais intimista com cadeiras de design, também acervo da família. Note que, ao fundo, a marcenaria abriga um pequeno bar.

 

projeto9

O décor é cheio de personalidade, brincando com cores e texturas – como na cadeira revestida com tecido azul ou nas almofadas divertidas – e ainda assim é arejado e coerente. O verde se integra ao interior por meio das esquadrias, tornando o apartamento claro e cheio de frescor.

 

A seleção de revestimentos passa pela ideia de ter um apartamento clean e de fácil manutenção – por isso, living e jantar receberam piso de marmoglass branco, uma versão ecológica e sintética do mármore, que é aquecido pela madeira da marcenaria. As paredes também pintadas de branco ganham cor com os diversos quadros herdados da família. Já no andar superior, reina a madeira de demolição no piso. Materiais que remetam ao conforto e aconchego do lar, assim como os objetos com valor sentimental. Parceria perfeita!

 

projeto7

O living é quase como extensão da área externa. Nele, um sofá abriga confortavelmente até seis pessoas, para as tardes cheias de conversa. Nas paredes, obras de arte herdadas da família.

 

 

 

 

 

Por Marcela Millan
Imagens Phoética Ateliê Fotográfico
Matéria Publicada em Revista Decorar 127.

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!