Traçado preciso

Personalidade intensa!
5 de dezembro de 2016
Música, viagens e misticismo marcam o décor de apartamento
12 de dezembro de 2016

 

Deborah define seu estilo como contemporâneo e gosta de abrir vãos, explorar a iluminação natural e elege a madeira como seu material favorito, por ser acolhedora e causar impacto visual, além de ter grande preocupação com a sustentabilidade em seus projetos. Tudo isso aparece nesta casa em Alphaville.

Deborah define seu estilo como contemporâneo e gosta de abrir vãos, explorar a iluminação natural e elege a madeira como seu material favorito, por ser acolhedora e causar impacto visual, além de ter grande preocupação com a sustentabilidade em seus projetos. Tudo isso aparece nesta casa em Alphaville.

Ser bem-sucedido em de um dos mais importantes escritórios do país em sua área é uma das grandes conquistas de qualquer profissional. Para Deborah Roig, esse foi apenas o início de seus mais de 20 anos de carreira como designer e arquiteta. Ela conta que escolheu o ramo porque sempre gostou de alterar ambientes. “Adorava mudar móveis de lugar, produzir a casa com detalhes e surpreender os convidados. Também me divertia imaginando como seriam os ambientes das plantas de anúncios imobiliários, pois na época não existia apartamentos decorados, nem imagens em 3D (risos)”.

A pedido dos clientes, o living é impactante e chique, mas sem ostentação, apropriado para os moradores realizarem reuniões íntimas durante a semana. Em tons suaves, destque para o painel de parede e a bancada da lareira em mármore. Os sofás (Breton Actual) e as mesas de centro (Artefacto) compõe com os objetos escuros (CLS Selections).

A pedido dos clientes, o living é impactante e chique, mas sem ostentação, apropriado para os moradores realizarem reuniões íntimas durante a semana. Em tons suaves, destque para o painel de parede e a bancada da lareira em mármore. Os sofás (Breton Actual) e as mesas de centro (Artefacto) compõe com os objetos escuros (CLS Selections).

Foi ainda na faculdade que ela começou a trabalhar em um grande escritório de arquitetura e lá permaneceu como coordenadora por alguns anos, até sentir que queria traçar seu próprio rumo. “Fui para Londres em busca de novos desafios e lá estudei lightning design e antiquariato. Quando voltei já comecei meu próprio escritório”, relata.

A decisão mostrou-se certeira. Em seu escritório, Deborah administra 30 projetos no momento e já contabiliza outras centenas, sendo cinco deles no exterior. Segundo ela, uma das chaves para o sucesso é a relação intensa com seus clientes, os quais se orgulha de poder chamar de amigos. “Sou muito próxima deles, já fiz ao menos dois projetos para a maioria, o que demonstra nossa afinidade”, diz.

A varanda coberta integra-se ao spa e à piscina. O espaço, composto por muitos assentos, churrasqueira e uma imensa adega especial, acomoda nos fins de semana os convidados da numerosa família. O piso de mosaico português acrescenta charme e evita escorregões.

A varanda coberta integra-se ao spa e à piscina. O espaço, composto por muitos assentos, churrasqueira e uma imensa adega especial, acomoda nos fins de semana os convidados da numerosa família. O piso de mosaico português acrescenta charme e evita escorregões.

O spa tem sauna e hidromassagem (Jacuzzi) e pode ser acessado diretamente pela piscina por meio de uma passagem interna de vidro.

O spa tem sauna e hidromassagem (Jacuzzi) e pode ser acessado diretamente pela piscina por meio de uma passagem interna de vidro.

 

A sinergia entre profissional e cliente é o foco de sua atenção no primeiro contato. “Entendê-los e vivenciar um lifestyle próximo é imprescindível. Escuto suas expectativas sobre a

A área externa, generosa, é totalmente voltada para o lazer, onde foi criado um verdadeiro oásis particular. Em volta da piscina, as espreguiçadeiras e o ombrelone que oferece sombra para se sentar à mesa com mais conforto, deixam o espaço perfeito para relaxar com os amigos.. Todos são da Fibra Alpha.

Em volta da piscina, as espreguiçadeiras e o ombrelone que oferece sombra para se sentar à mesa com mais conforto, deixam o espaço perfeito para relaxar com os amigos. Todos são da Fibra Alpha.

nova morada, preferências de cores e revestimentos, se querem algo aconchegante, moderno, impactante, etc”, explica. Sobre seu trabalho, é essencial para ela deixar claro alguns pontos funcionais nos quais acredita. “Acredito em ambientes integrados, sustentáveis – explorando a luz natural e materiais recicláveis – e confortáveis”.

Além disso, ela revela algumas de suas preferências estéticas, como o gosto por madeira e marcenaria detalhada, pois “causa impacto visual e é acolhedora”, pelos metais acobreados, “mais quentes que os cromados” e pela cor fendi como base, “tão chique quanto o cinza”.

Todas as características funcionais e visuais citadas aparecem nesta casa de 550 m², com terreno de 1.500 m², em Alphaville. O jovem casal de proprietários conhecia o trabalho de Deborah e pediu que ela repetisse suas marcas. Durante a semana, eles usariam mais o escritório e precisavam de um living integrado e aconchegante para jantares menores e reuniões íntimas. Já nos fins de semana o foco seria na área externa, que deveria ter tudo para entreter toda a família e amigos.

Na suíte máster, materiais naturais se encarregam de impactar visualmente, a começar pela parede revestida de palha de seda (Nani Chinellato) que faz um contraponto à cabeceira, recoberta de pastilhas de osso sustentável, da Empório Beraldin, assim como o criado-mudo em de couro.

Na suíte máster, materiais naturais se encarregam de impactar visualmente, a começar pela parede revestida de palha de seda (Nani Chinellato) que faz um contraponto à cabeceira, recoberta de pastilhas de osso sustentável, da Empório Beraldin, assim como o criado-mudo em de couro.

Perfil

“Sou muito próxima de meus clientes, tenho orgulho de todos serem meus amigos”

Naturalidade: São Paulo

Formação: design na FAAP (1992), arquitetura e urbanismo na FAAP (não concluído) e lightning design e antiquariato na Sotheby’s, Chriestie’s e Victoria & Albert Museum, em Londres

Tempo de atividade: 20 anos

Áreas de atuação: arquitetura, interiores e design autoral

Número de colaboradores no escritório: 6

Mostras de que participou: Casa Cor, Mostra Artefacto, CasaPronta Quartos, Quartos & Etc, Mostra D&D Shopping

Estilo que adota: tenho um estilo contemporâneo, mas acho interessante o mix de estilos e poucos sabem fazê-lo

Quatro características que definem seu estilo: detalhamento exclusivo, sustentabilidade, mix interessante de texturas e estilos, integração de espaços

Desafios da profissão: driblar as escolhas com o custo e o resultado visual

Luxo é: o simples enaltecido

Morar bem é: conforto com estilo

Bom design é: beleza com sustentabilidade

O cliente ideal é: aquele que compartilha das mesmas premissas do profissional

Referências que pautam seu trabalho: sustentabilidade, integração profissional, iluminação natural

Cores: realmente prefiro tons neutros para uma base atemporal. Para fugir do básico, uso muito o tom argila (fendi), que é tão chique quanto o cinza, só que com um toque ferroso

Um mobiliário: os de Hugo França

Um revestimento: madeira com certificado

Uma obra de arte: Museu Guggenheim Bilbao, de Frank Ghery

Uma obra de arquitetura: Naked House, de Shigeru Ban

Um ícone de São Paulo: a Pinacoteca

 

FOTOS Carlos Henrique dos Santos e Marcelo Magnani