Daniela Cianciaruso, Ricardo Caminada e seu amor pela decoração

Uma composição rica em texturas e toques de cor traz personalidade ao apartamento
27 de junho de 2016
Um debate para profissionais, oportuno e atual
20 de julho de 2016

Daniela Cianciaruso, Ricardo Caminada e seu amor pela decoração

Fundado há três anos por Ricardo Caminada e Daniela Cianciaruso, o Díptico Design de Interiores parece ter uma história recente, mas sua trajetória tem início décadas antes.

Daniela Cianciaruso (Design de Interiores) e Ricardo Caminada (Arquiteto)

Daniela Cianciaruso (Design de Interiores) e Ricardo Caminada (Arquiteto)

 

Fundado há três anos por Ricardo Caminada e Daniela Cianciaruso, o Díptico Design de Interiores parece ter uma história recente, mas sua trajetória tem início décadas antes. Ricardo é formado em arquitetura há mais de 20 anos, mesmo tempo em que atua na área, e há 22 abriu seu primeiro escritório após trabalhar em lojas do ramo. Daniela graduou-se inicialmente em administração de empresas e chegou a construir uma carreira bem-sucedida como executiva de marketing em diversas multinacionais.

 

Na maioria de seus projetos, a dupla usa madeiras e peças de design, com preferência pelas nacionais. Esta reforma é um exemplo perfeito dessas características, repleto de móveis assinados por designers brasileiros. Em um dos cantos do living, o aparador Bianca (Dpot), de Sergio Rodrigues.

Na maioria de seus projetos, a dupla usa madeiras e peças de design, com preferência pelas nacionais. Esta reforma é um exemplo perfeito dessas características, repleto de móveis assinados por designers brasileiros. Em um dos cantos do living, o aparador Bianca (Dpot), de Sergio Rodrigues.

 

A brasilidade foi o foco em todos os elementos no apartamento. No living, a tela de Alex Orsetti retrata a paisagem urbana de São Paulo, repleta de edifícios como os arredores do imóvel. No mobiliário, quase tudo é da Dpot, como o sofá Suíte, a mesa lateral à direita, de Jader Almeida, e a mesa de centro K2.

A brasilidade foi o foco em todos os elementos no apartamento. No living, a tela de Alex Orsetti retrata a paisagem urbana de São Paulo, repleta de edifícios como os arredores do imóvel. No mobiliário, quase tudo é da Dpot, como o sofá Suíte, a mesa lateral à direita, de Jader Almeida, e a mesa de centro K2.

No entanto, assim como seu parceiro, ela vem de uma família apaixonada por decoração.

“Nossos pais sempre decoraram suas casas. Crescemos com pessoas que amavam decoração e os benefícios que ela pode trazer, como reunir a família, manter os amigos próximos e ter um lugar onde podemos nos aninhar e nos reconhecer”, contam.

Essa influência sob a qual viveu toda sua vida fez Daniela tomar a decisão de mudar seu rumo profissional.

 

O amplo estar, superconfortável, destaca-se pelas duas poltronas Mole e o banco Mocho, ambos de Sergio Rodrigues. Entre as poltronas, estão as mesas Bell, de Sebastian Herkner, à venda na Firma Casa.

O amplo estar, superconfortável, destaca-se pelas duas poltronas Mole e o banco Mocho, ambos de Sergio Rodrigues. Entre as poltronas, estão as mesas Bell, de Sebastian Herkner, à venda na Firma Casa.

 

A maior transformação da reforma fica clara deste ângulo: pequenas salas separadas foram transformadas em um único living de 80 m², com livre circulação e pé-direito de 3,15 m.

A maior transformação da reforma fica clara deste ângulo: pequenas salas separadas foram transformadas em um único living de 80 m², com livre circulação e pé-direito de 3,15 m.

Ela então cursou design de interiores e, junto com Ricardo, começou o Díptico. A nova empreitada dos dois, com a união de suas diferentes experiências, em pouco tempo já se mostrou certeira. No momento, eles possuem 18 projetos em andamento e cinco colaboradores no escritório, onde atendem todo tipo de cliente.

“Nossa clientela é variada, bem eclética, tanto na idade, no estilo, quanto no poder aquisitivo. Desde um jovem que mora sozinho até um casal de 70 anos”, afirmam.

 

No outro canto do estar, vemos a poltrona Conversadeira, criada em 1967 por Bernardo Figueiredo e o aparador Cambota, de Ilse Lang. Ambos da Dpot. No jantar, mesa e cadeiras Paty, de Paulo Alves, com destaque para a composição de desenhos feitos por Cândido Portinari sobre a obra Dom Quixote, de Miguel de Cervantes.

No outro canto do estar, vemos a poltrona Conversadeira, criada em 1967 por Bernardo Figueiredo e o aparador Cambota, de Ilse Lang. Ambos da Dpot. No jantar, mesa e cadeiras Paty, de Paulo Alves, com destaque para a composição de desenhos feitos por Cândido Portinari sobre a obra Dom Quixote, de Miguel de Cervantes.

Satisfazer tal diversidade de perfis dita a forma como os dois trabalham: sempre focados primeiramente em atender ao máximo as necessidades e pedidos de cada um. Mesmo assim, a dupla não deixa de ter algumas características com as quais se identifica e que costumam aparecer em seus projetos, como o estilo contemporâneo, móveis de design – especialmente o brasileiro – e o uso de madeiras e outros materiais naturais. Já em relação às cores, não há restrições.

“Usamos aquelas que se encaixam melhor com o cliente, ele que nos ajuda a definir a paleta”, explicam.

 

Na sala de jantar, o bufê Cercadinho (Dpot), de Paulo Alves, compõe com as cadeiras também feitas por ele e apoia objetos e prataria dos moradores. A coleção de esculturas, livros e outros itens artesanais é destaque também no home theater.

Na sala de jantar, o bufê Cercadinho (Dpot), de Paulo Alves, compõe com as cadeiras também feitas por ele e apoia objetos e prataria dos moradores. A coleção de esculturas, livros e outros itens artesanais é destaque também no home theater.

 

8_bx005

9_bx037

A nova fase na vida de Daniela coincidiu com a vontade de seus pais de renovarem o apartamento onde vivem há 25 anos. O desejo era torná-lo mais amplo, aproveitar melhor os espaços e trocar o mobiliário. Naturalmente, o Díptico assumiu as rédeas da reforma do imóvel de 426 m² em Higienópolis, em um edifício projetado por Jorge Zalszupin.

O design nacional continuou então sendo o destaque e a inspiração da dupla, que fez uma composição com algumas das mais famosas peças brasileiras, como a poltrona Mole, de Sergio Rodrigues, misturadas a outras, contemporâneas.

“O conceito chave foi sofisticação brasileira”.

 

Na suíte, a madeira marca presença na cabeceira da cama e no cabideiro da Vermeil.

Na suíte, a madeira marca presença na cabeceira da cama e no cabideiro da Vermeil.

 

Perfil

Formação: design de interiores na Panamericana Escola de Arte e Design (Daniela); e design de interiores na Espade e arquitetura no Centro Universitário Belas Artes (Ricardo)

Tempo de atividade: 3 anos, Daniela, e mais de 20, Ricardo

Áreas de atuação: reformas e design de interiores

Regiões onde mais atuam: Estado de São Paulo

Número de colaboradores: 5

Mostras de que participou: Casa Cor São Paulo 2007 a 2010, Casa Boa Mesa, Casa Trio, Casa Hotel

Desafios da profissão: captar novos clientes dentro de um mercado cada vez mais restrito

Luxo é: ter tempo para curtir a casa

Morar bem é: reconhecer-se e sentir-se bem na própria casa

O cliente ideal: aquele que confia no seu projeto e participa dele do início ao fim

Referências que pautam seu trabalho: aquelas que os clientes nos apresentam, nossas viagens, cursos, palestras, workshops, revistas nacionais e internacionais, feiras nacionais e internacionais

Uma obra de arquitetura: todas de Zaha Hadid

Um ícone de São Paulo: o Parque do Ibirapuera

 

Daniela e Ricardo posam em frente a uma composição de quadros na casa dos pais da designer, onde o lifestyle e desejos dos clientes reflete muito o estilo do próprio escritório. O gosto do casal por acabamentos naturais, como palhinha e madeira freijó, é o mesmo preferido pelos profissionais do Díptico.

Daniela e Ricardo posam em frente a uma composição de quadros na casa dos pais da designer, onde o lifestyle e desejos dos clientes reflete muito o estilo do próprio escritório. O gosto do casal por acabamentos naturais, como palhinha e madeira freijó, é o mesmo preferido pelos profissionais do Díptico.

 

FOTOS EVELYN MÜLLER E LEVI MENDES JR.

 

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!