Projeto aposta no básico para garantir conforto e elegância
13 de dezembro de 2016
Peças assinadas se misturam com coleção de objetos dos moradores em projeto contemporâneo
20 de dezembro de 2016

Com foco no perfil do cliente, Rosely Amabile une conforto e funcionalidade

 

Designer de interiores há quase 30 anos, a paulistana Rosely Amabile escolheu a profissão sob influencia da atividade da família, que sempre possuiu uma loja de objetos decorativos até o falecimento do pai. “Por causa disso resolvi fazer o curso na Panamericana e me encantei pela área”, relata. Rosely iniciou a carreira trabalhando em um escritório de arquitetura e decoração, mas logo abriu seu próprio negócio. Anos depois partiu para o curso de artes plásticas, complementando seus conhecimentos.

Seu escritório está localizado no bairro do Tatuapé, situado na região leste, onde também se concentra a maior parte de seus projetos. Apesar de premiada pelo Pool Design por anos seguido ela conta com uma equipe enxuta. O desejo pela casa dos sonhos, diz ela, só é possível de se realizar se houver transparência de ambas as partes. “Por isso, na primeira entrevista apresento meu trabalho e questiono suas expectativas, necessidades, gostos pessoais, hobbies, modo de viver etc… Tudo para saber se há ou não afinidade com a minha linha. Quanto mais eu souber sobre a pessoa, mais assertivo será o projeto”, explica.

 

Toda clara, a sala de estar que é também home theater foi mobiliada com confortável sofá (V Mobili). O painel para TV e equipamentos e inclui nichos iluminados foi executado em marcenaria (I9 Marcenaria). Destaque para o rasgo iluminado e a escultura que dão o diferencial do projeto.

Toda clara, a sala de estar que é também home theater foi mobiliada com confortável sofá (V Mobili). O painel para TV e equipamentos e inclui nichos iluminados foi executado em marcenaria (I9 Marcenaria). Destaque para o rasgo iluminado e a escultura que dão o diferencial do projeto.

 

Apesar de salientar que o estilo que adota é o do cliente, há algumas características frequentes nos projetos de Rosely que ajudam o novo cliente a identificar-se ou não com seu trabalho, como, por exemplo, a preferência por traços contemporâneos. Em relação aos revestimentos, costuma especificar espelhos, vidros, madeiras e painéis ilustrados. Já na escolha das cores, predominam os tons neutros, quebrados por cores vibrantes pontuais, usadas para refletir a personalidade dos moradores. Para os mobiliários, os ideais são os projetados pelo escritório e executados em marcenaria. E o que nunca falta em seus projetos é uma boa iluminação.

 

O projeto de Rosely valorizou a integração dos espaços, que nesta foto pode ser conferido. Veja que o rasgo com luz difusa é o elemento de conexão entre estar e jantar. Com as portas de correr abertas, a varanda liga-se ao jantar, formando um único ambiente.

O projeto de Rosely valorizou a integração dos espaços, que nesta foto pode ser conferido. Veja que o rasgo com luz difusa é o elemento de conexão entre estar e jantar. Com as portas de correr abertas, a varanda liga-se ao jantar, formando um único ambiente.

 

Tudo isso e mais um pouco pode ser constatado neste apartamento de 220 m², no Jardim Anália Franco, cujos proprietários a designer já conhecia bem. Este é o segundo imóvel da família ao qual ela assina os interiores. A família, composta por casal de empresários e a filha de seis anos, queria ambientes que estimulassem a convivência. E que cada integrante tivesse um canto onde se sentisse acolhido. A partir desse briefing, a proposta previu uma brinquedoteca para a filha, enquanto para o pai o escritório foi pensado para ele trabalhar, mas também curtir sua coleção de discos de vinil. Como foi solicitado o mínimo possível de intervenções, não houve remoção nem a construção de alvenaria. Apenas alguns revestimentos foram substituídos.

 

Integrada ao living, a varanda gourmet foi idealizada para receber convidados com mais um espaço de estar e outro de refeições com churrasqueira.

Integrada ao living, a varanda gourmet foi idealizada para receber convidados com mais um espaço de estar e outro de refeições com churrasqueira.

 

A cozinha com planta irregular teve distribuição que racionalizasse o espaço de modo a ocupar as duas paredes livres com armários e equipamentos. A mesa de refeições sai do volume que demarca o vão do elevador. Com piso e bancada pretos e detalhes vermelhos, o branco da marcenaria é quebrado pelo adesivo com imagem fornecida pela Adriana Pastori Fotografia.

A cozinha com planta irregular teve distribuição que racionalizasse o espaço de modo a ocupar as duas paredes livres com armários e equipamentos. A mesa de refeições sai do volume que demarca o vão do elevador. Com piso e bancada pretos e detalhes vermelhos, o branco da marcenaria é quebrado pelo adesivo com imagem fornecida pela Adriana Pastori Fotografia.

 

Além de local de trabalho, o escritório é também uma área para o pai curtir sua coleção de vinis, mobiliada com mesa de madeira e marcenaria sob medida para a vitrola e os livros.

Além de local de trabalho, o escritório é também uma área para o pai curtir sua coleção de vinis, mobiliada com mesa de madeira e marcenaria sob medida para a vitrola e os livros.

 

No quarto do casal, o trabalho de iluminação dá volumetria ao ambiente e destaca o revestimento de parede floral (Marengo Decor). A cabeceira da cama e o painel da TV foram feitos em marcenaria.

No quarto do casal, o trabalho de iluminação dá volumetria ao ambiente e destaca o revestimento de parede floral (Marengo Decor). A cabeceira da cama e o painel da TV foram feitos em marcenaria.

 

 

Para Rosely, “o maior desafio do profissional é saber lidar com a ansiedade de alguns clientes. Os demais estimulam a criatividade”.

Perfil

Naturalidade: São Paulo
Formação: design de interiores na Panamericana Escola de Arte e Design (1977) e artes plásticas na Fundação Armando Álvares Penteado (1981)
Tempo de atividade: 28 anos
Áreas de atuação: design de interiores residencial e comercial
Número de colaboradores: 3
Estilo: design contemporâneo, tecnologia, otimização de espaços e funcionalidade são algumas características que definem o meu trabalho, predominante. contemporâneo. Mas antes de tudo, adoto aquilo que o cliente pede
Desafios da profissão: lidar com a ansiedade de alguns clientes, mas fora isso acredito que desafios estimulam a criatividade
Referências que pautam seu trabalho: viagens, feiras, mostras, palestras, livros, revistas
Cores: prefiro fazer a base neutra e pontuar cores nos detalhes em tons que estejam de acordo com a personalidade do cliente
Materiais: gosto de trabalhar com revestimentos diferenciados, vidros, espelhos e madeiras

Luxo é: ter um lugar agradável para onde voltar
Morar bem é: sentir-se acolhida em sua casa
Bom design é: simples e elegante
O cliente ideal é: aquele que confia em você
Um mobiliário: aquele que traz uma história, uma lembrança feliz
Um revestimento: o que se harmoniza ao ambiente
Uma obra de arquitetura: a ponte estaiada Octávio Frias de Oliveira, em São Paulo
Um ícone de São Paulo: o Viaduto do Chá

 

 

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!