Tradição Revisitada

Radar Sul
12 de junho de 2017
DESTAQUE
Puro Design
15 de junho de 2017

Por Aline Tavares

 

Rituais artísticos

arte2O contato de Catarina Gushiken com as artes começou cedo, quando criança, por influência de seus avós. Seu avô era fotógrafo e sua avó fora criada na colônia de Manabu Mabe, artista japonês pioneiro do abstracionismo no Brasil. Como nunca foi exigido que a família seguisse a tradição japonesa, Catarina desenvolveu a própria maneira de se conectar com os seus ancestrais, através da arte. Aos três anos de idade, a paulistana já desenhava nas paredes da casa dos avós e, após o falecimento deles, continuou a explorar o mundo artístico. Cursou colegial técnico em desenho de comunicação e, além das matérias convencionais, estudou pintura, fotografia e escultura.

 

Apesar de ser formada em design de moda, atuou na profissão por apenas oito anos e, em 2007, inaugurou o seu ateliê para exercer o trabalho que sempre sonhou, e fez uma pós-graduação em direção de arte no Centro Universitário Belas Artes. Ela se inspira através de suas memórias de infância, fotografias e sua própria imaginação. “Estes três trabalhos mostram a referência da estamparia e da mitologia japonesa através de símbolos e arquétipos como carpas, samurais e as figuras de beleza chamadas de Bijingas, que misturo com histórias criadas pela minha imaginação”, afirma a artista, que mantém seu estúdio na Aclimação. catarinagushiken.com.br

 

Arte1

 

arte3

 

FOTO-4

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *