Design & Carnaval

destaque
A ousada Ultra Violet, cor do ano anunciada pela Pantone, remete à originalidade
19 de abril de 2018
destaque

Design & Carnaval

 

 

 

 

Design e Carnaval andam mais juntos do que o senso comum desconfia. Estamos falando da indústria do entretenimento, uma das mais poderosas do planeta, de competências e habilidades gerenciais e criativas sofisticadas, que dominamos inteiramente. Podemos não chamar assim, mas Carnaval é projeto. Carnaval é puro design.

 

Carnaval é puro design na criação de narrativas, na capacidade de coordenar um espetáculo multimídia, que envolve música, dança e visualidades exuberantes, que vai da elaboração de fantasias, alegorias até a produção de estruturas móveis gigantescas; na planificação, na gestão de projetos anuais, na organização de eventos e serviços para grandes públicos heterogêneos; no show de colaboração, na capacidade de gerar empatia e de produzir experiências inesquecíveis e até mesmo transformadoras.

 

design 1

 

design 2

 

É fato que estamos em um momento de questionamentos e crises. O país parece incapaz de produzir um modelo de desenvolvimento sustentável, além do agronegócio. Como, no Carnaval, parece haver um grande momento de trégua nacional, o momento é ideal para uma reflexão. Darci Ribeiro escreveu que a missão do Brasil seria ensinar o mundo a ser feliz. Mais que consumir europeísmos, levar ao planeta uma nova visão. Parece ser esse o pensamento também do sociólogo italiano Domenico De Masi, em seu recente livro “E o futuro chegou”.

 

A reflexão sobre as potencialidades de um design tropical, antropofágico em relação aos modelos norte-americanos e europeus, revela o potencial do Carnaval não apenas como folia, mas como algo que pode muito mais.

 

É possível internacionalizar o “mood in Brazil”, a versão brasileira de alegria? Certamente. O Santos fez isso nos anos 1960, e outros clubes continuaram nessa tradição no esporte. Na música, o Brasil sempre foi marco fundamental, desde as marchinhas de Carnaval que o mundo todo canta, com a nossa poderosa Carmen Miranda, passando pela mais sofisticada bossa nova, as inquietudes da tropicália, e assim foi indo. Fazemos isso com as Havaianas e as Ipanemas, nos pés de todos os descolados do planeta.

 

design 3

 

Com este sonho tropical, apresentamos nos salões mundo afora o design inconfundível dos Irmãos Campana, promovemos a exuberância da brasilidade de Ronaldo Fraga e vestimos as musas mais encantadoras com a moda praia brasileira e nossas sandálias. Os exemplos são numerosíssimos…

 

Por que não levar ao mundo uma Escola de Samba? Esse é o caminho… O IED Rio abraçou, em parceria com a Mangueira, o desafio de tornar mais eficiente a gestão deste brilho ligado ao Carnaval e de estudar e propor trilhas para um projeto de branding internacional da escola. Carnaval e design, um encontro não somente possível, como também desejável e necessário para o futuro desse sonho.

 

design 4

 

 

 

 

 

 

Victor-1

 

Victor Megido é Diretor Geral do IED Brasil
e organizador do livro “A Revolução do Design
– conexões para o século XXI” (Editora Gente).

 

 

 

 

 

 

 

Por Victor Megido
Imagens Divulgação
Matéria Publicada em Revista Decorar 128.

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!