Tons neutros clarearam e ampliaram esse projeto de estilo neoclássico

Revestimentos naturais e tons claros garantem aconchego à projeto
15 de junho de 2017
DESTAQUE
Espaços integrados ampliados por espelhos e materiais nobres ditam a tônica do projeto
19 de junho de 2017
DESTAQUE

Por Marcela Millan

 

Sóbrio e elegante

A reforma seguiu o estilo neoclássico e aproveitou os tons claros e luz natural

 

Quando procuraram a arquiteta Barbara Dundes para reformar seu antigo apartamento de 180 m², localizado em São Caetano do Sul, o casal de senhores, com filhos e netos, desejava mudar a cara dos ambientes sociais e banheiros, além de instalar ar condicionado nos cômodos. A ideia era modificar a casa, que muitos anos antes também abrigava os dois filhos – agora já casados – mas sem interferir na planta original do imóvel, que os agradava. “Eles queriam trocar alguns materiais, tecidos e cores. Ademais, demos um novo uso à varanda dos quartos e criamos um ateliê de costura para a cliente fazer seu hobbie: os patchworks”, destaca Barbara.

 

projeto1

A planta original do apartamento foi preservada, que conta com áreas sociais integradas. A disposição do mobiliário delimita os espaços e um tapete (Santa Monica) conduz ao corredor. Note a cristaleira de laca preta, que compôs com o mobiliário já existente e abriga objetos decorativos (Lar Deco). Uma das paredes foi revestida com espelho, que confere sensação de amplitude.

 

Em uma primeira entrevista, a arquiteta definiu o conceito do projeto e logo percebeu que uma paleta neutra era a que mais agradava os clientes. “No projeto anterior havia um mix de cores muito intenso – dentre madeirado, amarelo, roxo, marrom, preto e vermelho. A ideia inicial foi unificar esses tons e criar um padrão”, explica. Para isso, procuraram trabalhar com variações de cinza, off-white, preto e madeira, em um conceito mais sóbrio, deixando para os quadros os tons vivos, que alegram o ambiente. Isso tornou o apartamento mais iluminado, que condizia melhor com o perfil do casal.  Para manter uma linguagem única, o tecido de alguns mobiliários também foi repensado.

 

“A cliente possuía muitas peças boas, que foram compradas quando ela adquiriu o imóvel. As aproveitamos, mas trocamos os tecidos escuros para adequá-las às novas cores do projeto”

 

Os tons de cinza, off-white e preto predominam, em um projeto que segue o estilo neoclássico

 

projeto2

No living, o destaque fica para a dupla de poltronas de estilo clássico que a proprietária já possuía – elas foram reformadas, para trocar seu tecido escuro por um mais neutro, que contrasta com a laca preta. O painel de madeira (Ateliê Petrópolis) embute a televisão e aquece o ambiente. Na parede, o quadro traz cores (Quadro Arte em Parede). Estofados Estar Móveis.

 

projeto3

O ateliê de costura ocupou o espaço que antes era uma varanda. A arquiteta aproveitou as pastilhas da parede, já existentes, e compôs com um piso madeirado (Decortiles). As prateleiras, armários e gavetas feitas em marcenaria organizam os materiais de artesanato.

 

Todas as tapeçarias foram reformadas e, para compor com o estilo neoclássico, uma cristaleira – sonho da proprietária! – em laca fosca, foi adquirida.

Nas áreas íntimas, os móveis também foram reutilizados e compuseram com a marcenaria. Na suíte máster, um painel de TV embute uma porta de correr, que oculta a passagem do banheiro e esconde toda a fiação dos aparelhos eletrônicos. “Procuramos suavizar o espaço, deixando-o mais aconchegante com o uso dos tons claros”, expõe a profissional. As outras duas suítes, que encontravam-se desocupadas, ganharam novas funções: uma transformou-se em brinquedoteca para os netos do casal, enquanto a outra foi adequada para receber as crianças quando resolvem passar a noite.

As varandas, por sua vez, tornaram-se funcionais e foram adequadas para funcionar como um ateliê para a proprietária. A arquiteta ainda pensou em um luminotécnico que prioriza a iluminação indireta e passou uma nova tubulação para atender o ar condicionado instalado na sala e quartos.

 

 

projeto4

A grande mesa de jantar, com tampo de vidro, e cadeiras já existiam no acervo dos clientes. Para compor e trazer personalidade, os três pendentes (Lustres Irie) ficam em seu centro. As cortinas (Beare) controlam a luminosidade.

 

 

 

 

 

 

“Os tons neutros clarearam e ampliaram esse apartamento, com um projeto neoclássico”

Barbara Dundes, arquiteta

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagens Julia Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *