Por Marcela Millan

 

Elegância neutra

Cinza e madeira conversam com classe e ajudam a inteirar ambientes sociais

 

Sociáveis, os integrantes desta família – um casal com um filho criança, de dez anos – desejavam ter uma casa espaçosa, propícia para receber vários amigos. Para isso, contrataram a designer de interiores Daniela Inês, que tomou a frente do projeto do novo apartamento de 234 m², recebido sem revestimentos. Localizado na Vila Assunção, em Santo André, o local deveria seguir um estilo bastante contemporâneo, com cores neutras e diversidade de revestimentos. A elegância conversando com funcionalidade era máxima para os moradores.

 

Projeto1 (2)

Com living de arquitetura circular e espaços sociais completamente integrados, o apartamento com interiores assinados por Daniela Inês ficou apropriado para receber várias pessoas. Graças ao trabalho de gesso no forro, foi equipado com telão e projetor, além de uma iluminação (Portal ABC) elaborada. Todos acionados por automação (Omnihouse Automação). Para completar, uma lareira ecológica (Bella Telha).

 

Para isso, a profissional pensou na integração total de ambientes. Na área social, optou por remover todas as alvenarias possíveis, acabando com a compartimentação entre living, sala de jantar, cozinha e varanda gourmet. No living, a ideia foi respeitar sua arquitetura circular, dispondo o mobiliário de forma a melhor aproveitar os espaços. “Usei bastante marcenaria, assim não tive engessamentos em relação a planta arredondada. Nos mobiliários recorri a muita madeira natural, com jacarandá”, observa.

A madeira foi contraposta pelo piso acetinado que evoca o travertino bruto e o papel das paredes, e compõe com os móveis em linho ou tafetá, que seguem uma paleta de branco e acinzentados. Nos quartos, o piso foi substituído por um padrão madeirado, para conferir mais aconchego, ao passo que a cozinha recebeu parede com ladrilho hidráulico.

O quarto do casal que ganhou piso de madeira também sofreu alterações. “Para torna-lo amplo, unifiquei dormitório, closet e banho do casal”, aponta Daniela.

Como a ideia era receber bem, o apartamento também contou com soluções de automação, para torná-lo confortável e eficiente. “Som, televisão, controle de iluminação e regulagem de cenas, ar-condicionado e interfone sem fio são todos automatizados. Isso também ajuda a deixar os ambientes bastante integrados”, diz a profissional, que também previu a instalação do telão com projetor automático no living.

O projeto luminotécnico, por sua vez, tem uma mescla de lâmpadas LED, pensadas para conversar com cada ambiente. “Nas paredes temos mini-dicróicas. Para o aconchego do home theater, usamos AR70. A lâmpada branca ficou nos locais de circulação e área de trabalho”, finaliza.

 

O projeto de interiores eliminou alvenarias para criar uma avantajada área social com estar e área gourmet

Projeto2 (2)

Delimitada pelo sofá e poltronas, revestidos de linho e sarja, do Ateliê Petrópolis, a sala de estar recebeu o painel de madeira (Santíssima Fé) para abrigar o home theater. Ao fundo, vê-se o trabalho de revestimentos na cozinha (ladrilho hidráulico da Máxxima Revestimentos) e em parte da parede do living (Máxima Revestimentos)

 

Projeto3

A sala de jantar conecta-se à cozinha graças ao tampo de jacarandá engastado no balcão, e faz jogo com as cadeiras revestidas de linho (Ateliê Petrópolis). O lustre (Portal ABC) em design mais elaborado combina-se ao conjunto e ilumina a área. ganha destaque com sua forma elegante. Persianas tipo rolô (3 Irmãs) filtram o excesso de luz quando necessário.

 

Projeto4

Deste ângulo, veja a bancada com cadeiras, criada pelo design de interiores para receber mais pessoas em dias de festa. Daqui, também é possível conferir o trabalho do gesso que enfatiza a arquitetura arredondada do living. Objetos, da LarDeco.

 

Projeto5

O quarto do casal também foi alvo de integração: a área de dormir se conecta com o banheiro graças a abertura envidraçada.

 

“Com os ambientes 100% integrados, a automação fez seu destaque”
 Daniela Inês, designer de interiores

 

 

Projeto7

No lugar da alvenaria, parte da parede que abriga o espelho e a bancada de quartzo cinza (Marmoraria Pedra Júlia) fazem a divisória. A cabeceira em linho recebeu trabalho capitonê.

 

 

Imagens Gustavo Awad

Revista Decorar

Autor: Revista Decorar

Compartilhe

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *