Projeto reformula apartamento da década 1950 preservando história e materiais da época

Com racionalização dos espaços e truques de amplitude, projeto acomoda família em imóvel de 52 m²
27 de junho de 2016
Projeto une a área social de apartamento de 82 m² para estimular o contato familiar
27 de junho de 2016

Que venham mais 60

Projeto reformula apartamento da década 1950 preservando história e materiais da época.

 

Um apartamento da década de 1950 que nunca passou por uma reforma pode não parecer o lugar ideal para se planejar viver de forma prática, sustentável e com soluções contemporâneas. No entanto, esse foi o desafio assumido e cumprido por Maurício Arruda, que renovou e ainda manteve a identidade dessa residência de 200 m² no bairro de Higienópolis.

O arquiteto e designer, que tem especialização em construções sustentáveis, conta que a premissa era dar amplitude ao imóvel. Para isso, quase todas as paredes foram derrubadas, mas sem deixar de lado a preocupação ambiental característica do trabalho de Arruda, que manteve e explorou muitos dos materiais originais. “Foi um processo quase arqueológico”, explica ele. Após a “escavação”, foi descoberto o piso de tacos de ipê, que agora contrasta com as paredes de concreto aparente.

 

Para compor o décor, Maurício Arruda brincou com a mistura de retrô e contemporâneo. A inspiração vintage veio do próprio imóvel, que teve seu piso de ipê e paredes de concreto originais trazidas à tona, e dos móveis e peças antigos do acervo dos clientes. A cozinha agora é integrada na sala pela bancada complementada pelas banquetas Tolix, servindo para refeições rápidas.

Para compor o décor, Maurício Arruda brincou com a mistura de retrô e contemporâneo. A inspiração vintage veio do próprio imóvel, que teve seu piso de ipê e paredes de concreto originais trazidas à tona, e dos móveis e peças antigos do acervo dos clientes.

 

2_Maranhao (3)

A cozinha agora é integrada na sala pela bancada complementada pelas banquetas Tolix, servindo para refeições rápidas.

 

A remoção de alvenarias transformou o apartamento em um loft flexível, pois o casal de proprietários gosta de ter liberdade para mudar a disposição de móveis, além de adorar receber visitas. Com esse briefing, toda a área social foi aberta e formou um único grande espaço que engloba living, cozinha, jantar, biblioteca e home theater. Apenas os cômodos de uso íntimo — as duas suítes, o lavabo e a lavanderia — permaneceram separados do restante da casa.

 

Móveis desenhados por Arruda aparecem em diversos ambientes. Na varanda, a poltrona Rede foi criada a partir do desafio de utilizar a popular rede como o estofado de uma poltrona doméstica contemporânea. Já no estar, o bufê José (Tok&Stok) tem um visual urbano e divertido, com caixas plásticas empilháveis no lugar de gavetas.

Móveis desenhados por Arruda aparecem em diversos ambientes. Na varanda, a poltrona Rede foi criada a partir do desafio de utilizar a popular rede como o estofado de uma poltrona doméstica contemporânea. Já no estar, o bufê José (Tok&Stok) tem um visual urbano e divertido, com caixas plásticas empilháveis no lugar de gavetas.

 

Na sala de estar, o vintage aparece com força com o aproveitamento de itens que já pertenciam aos clientes, como o sofá, a mesa de canto e o tapete com estampa oriental. O divertido quadro de um dinossauro em um cenário urbano dá o toque final ao clima descontraído que reflete o estilo dos moradores.

Na sala de estar, o vintage aparece com força com o aproveitamento de itens que já pertenciam aos clientes, como o sofá, a mesa de canto e o tapete com estampa oriental. O divertido quadro de um dinossauro em um cenário urbano dá o toque final ao clima descontraído que reflete o estilo dos moradores.

 

Para garantir a flexibilidade pedida pelos clientes, o arquiteto apostou em móveis multiuso, como a mesa de bilhar que se transforma em mesa de jantar, modificando a função do espaço. Além disso, o projeto previu uma série de layouts diferentes nos ambientes.

Um exemplo disso é o home theater, que pode ser montado em quatro posições distintas devido à criação de diversos pontos de instalação dos equipamentos. A versatilidade aparece também no quarto do casal, onde há a opção de se posicionar a cama em três paredes e ainda ter tomadas e interruptores sempre ao alcance.

 

No living, acima do sofá, a foto do jovem Pelé com a camisa da seleção brasileira remete à época da construção do imóvel, como uma forma de resgatar sua história. As luminárias penduradas pelo fio elétrico com potes de vidro usados como cúpulas parecem improvisadas, reforçando a descontração. Em primeiro plano, a cadeira de balanço Thonet é mais um elemento precioso da coleção dos clientes.

No living, acima do sofá, a foto do jovem Pelé com a camisa da seleção brasileira remete à época da construção do imóvel, como uma forma de resgatar sua história. As luminárias penduradas pelo fio elétrico com potes de vidro usados como cúpulas parecem improvisadas, reforçando a descontração. Em primeiro plano, a cadeira de balanço Thonet é mais um elemento precioso da coleção dos clientes.

 

Como os proprietários adoram receber e não queriam nada formal, a mesa de bilhar na sala de jantar pode ser utilizada também para refeições criando um ambiente versátil e perfeito para entreter os convidados.

Como os proprietários adoram receber e não queriam nada formal, a mesa de bilhar na sala de jantar pode ser utilizada também para refeições criando um ambiente versátil e perfeito para entreter os convidados.

 

O lado sustentável é reafirmado no décor leve e descontraído que se adequou não só à história do imóvel, mas também a da família ao incorporar peças de seu acervo, como as cadeiras Thonet no quarto do casal e no living, um sofá vintage na sala de estar, tapetes orientais e uma biblioteca que foi convertida em cristaleira. Os itens antigos se harmonizaram perfeitamente aos móveis com inspiração retrô assinados por Arruda, que marcaram presença também a pedido dos clientes.

Tantas mudanças estruturais e funcionais pediram a substituição total de todo o sistema elétrico e hidráulico. Portas e esquadrias também foram trocadas. “Esse trabalho foi feito para durar mais 60 anos”, afirma o profissional.

 

Apesar da metragem generosa e da remoção de paredes, Arruda adotou um critério minimalista na decoração, garantindo amplitude e livre circulação. A personalidade dos espaços é marcada pontualmente por cores e linhas, como nos armários azuis da cozinha.

Apesar da metragem generosa e da remoção de paredes, Arruda adotou um critério minimalista na decoração, garantindo amplitude e livre circulação. A personalidade dos espaços é marcada pontualmente por cores e linhas, como nos armários azuis da cozinha.

 

A cadeira Pallet no lavabo também é criação do arquiteto.

A cadeira Pallet no lavabo também é criação do arquiteto.

 

 

A linha José (Tok&Stok), inspirada na informalidade das feiras livres típicas dos bairros residenciais, reaparece no quarto do casal com o criado-mudo. No banheiro da suíte master, a brincadeira entre antigo e contemporâneo continua, com a banheira de pés e os armários azuis contrastando com o piso de cimento.

A linha José (Tok&Stok), inspirada na informalidade das feiras livres típicas dos bairros residenciais, reaparece no quarto do casal com o criado-mudo. No banheiro da suíte master, a brincadeira entre antigo e contemporâneo continua, com a banheira de pés e os armários azuis contrastando com o piso de cimento.

 

 

Por Marina Sola
Fotos
Victor Affaro e Ivan Shupikov
Matéria Publicada
em Revista Decorar 103.

 

Faça o download do app Decorar e tenha acesso à todas as edições!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *