Por Marcela Millan

 

Redondo

Projeto tira partido da planta circular para agregar os integrantes da família

 

Com uma planta diferenciada onde o living é circular, o apartamento de 220 m², em Santo André, já havia passado por uma primeira intervenção que frustrou s eus moradores. O projeto de interiores não atendia as necessidades da família, fazendo com que seus integrantes – um casal de empresários e suas duas filhas adolescentes – não se sentissem bem em sua própria casa. Para realinhar os espaços segundo os seus desejos, contrataram o designer de interiores Eduardo Kacinskis.

O proprietário, um admirador de tecnologias, não dispensa funcionalidade e beleza, ao passo que a esposa, com gosto sofisticado, faz questão de estar rodeada de obras de artes. Ambos queriam um espaço que propiciassem interação e convívio. “Nossa casa é nosso mundo, tem que ser usada, não pode somente ser uma bela vitrine, tem que nos acolher”, explica Kacinskis.

 

Projeto1

Para adaptar o projeto de interiores à planta circular, o Eduardo Kacinskis desenhou a maioria dos móveis que foi executado sob medida. O jogo de sofás (GP Tapeçaria) compõe com o gostoso tapete (Casa Fortaleza) servindo de base para a aplicação das cores. Ao fundo, veja que as cortinas (Cortinagge) em voil de seda pura completam o cenário com o mesmo tom da parede.

 

A repaginação do imóvel tirou partido da arquitetura diferenciada, acomodando mobiliário executado sob medida de modo a se adaptar às paredes de linhas curvas e aproveitar melhor o espaço. A proposta criou um living integrado com vários ambientes de modo a estimular o convívio familiar. Com o intuito de demarcar a sala de jantar sem criar grandes barreiras, o design removeu uma parede, substituindo-a por uma divisória artística: painel laqueado com peças pivotantes. Uma das poucas solicitações dos clientes, que interferiram pouco nas sugestões do profissional, foi a de manter a madeira natural que reveste o piso do social e das áreas intimas.

A decoração é predominantemente em tons frios, como azul, cinza e branco, para destacar cores quentes que advêm de pontuais obras de arte. As paredes também ganham destaque graças a revestimentos. Raramente apresentam-se nuas ou simplesmente pintadas. “Fizemos um trabalho com papeis de parede, peças resinadas, espelhos e vidros”, descreve Kacinskis, que teve o cuidado de não deixar de lado as preferências de todos os moradores, planejando cada aposento de acordo com a personalidade do ocupante.

Para o projeto luminotécnico, o forro de gesso foi um aliado. Já no hall de entrada, um rebaixo para a iluminação que também traz um jogo de volumes foi revestido de espelho. Sobre o estar, uma sanca acompanha a curvatura do mobiliário e embute fitas de LED, proporcionado luz indireta. No home theater de última tecnologia, a luz é cenográfica e varia com o clima que o usuário deseja para cada momento.

Com tudo pronto, o imóvel que não lhes agradava passou a ser o ponto de refúgio e encontro, totalmente alinhado com o perfil da família. Resultado? Um projeto redondo, literalmente!!!

 

A iluminação (Lustres Irie) planejada em sancas, embutidos e pendentes, destaca texturas, volumes, mobiliários e cores.

Projeto2

Circular, o living reúne os ambientes de convívio. Ao centro, a mesa com tampo espelhado foi detalhada pelo designer adaptando-se ao layout. Sobre ela, os objetos decorativos (Archiforma) imprimem a personalidade da família. Ao fundo, um pequeno bar abriga bebidas e utilitários. A iluminação também enfatiza o desenho circular do ambiente.

 

Painel com folhas pivotantes tomou o lugar da única parede demolida, delimitando sutilmente o jantar.

 

Projeto4

Na sala de jantar, uma mesa com base circular e tampo de vidro acompanhadas de cadeiras em estilo medalhão, personalizadas com o desenho de uma flor de lis, símbolo da família. Sobre ela um lustre de cristal italiano é um luxo, e um painel de forma orgânica.

 

“O projeto respeitou a arquitetura original, criando um living redondo e muito mais aconchegante”

 Eduardo Kacinskis, designer de interiores

 

Projeto5

No detalhe, o aparador arredondado (Stabilitá) acomoda o equipamento de home theater. Veja que a parede lateral recebeu revestimento tridimensional (Casa do Porcelanato).

 

 

Imagens Rogério Cajui

Revista Decorar

Autor: Revista Decorar

Compartilhe

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *