Casa de família

livros3
Um pouco mais sobre Arquitetura e Design
22 de março de 2017
design8
Design nos detalhes
23 de março de 2017
projeto4

Na cozinha, de novo a madeira, a exemplo do adesivo (Estilo Comunicação Visual), que reproduz os veios de uma tábua antiga. A ilha, feita em granito Preto São Gabriel (Pedras Origem), cria outra área de refeição e abriga o cooktop. Esta para o dia a dia, mas que pode ser usada em grandes eventos. Na área molhada, revestimento de pastilhas (Decortiles) que combina a marcenaria (Criare) neutra.

Projeto de interiores valoriza convívio integrando espaços e priorizando as crianças.

 

Por Marcela Millan

Ao adquirir o apartamento de 100 m², localizado no bairro da Barra Funda, ainda na planta, o casal de executivos com dois filhos pequenos desejavam soluções práticas e que possibilitassem o supervisionamento das crianças mesmo quando estivessem em outro ambiente da casa. Para adaptar o imóvel às crianças e às suas necessidades, eles entregaram o projeto à designer Léa Kaufmann e as arquitetas Fabiana Enomura, Lays Lopes e Nathalia Andrade, do Studio LK. Como não havia disponibilidade para acompanhar a obra, elas realizaram o projeto e administraram a obra.

 

projeto1

Projeto do Studio LK abusa da madeira e de materiais rústicos para aquecer living integrado com jardim vertical. A sala de jantar passa despercebida na concepção. A transparência do tampo de vidro da mesa Esplanada (Clami), assinada pelo designer Eduardo Baroni, deixa em destaque o pé trabalhado em madeira e as cadeiras Jader Almeida com encosto de palhinha. O lustre (Decor Light) sinuoso foi revestido no material contrapondo-se às linhas retas. Ao fundo, a superfície de tijolos Mingone (Urbano Revestimentos) requadra o verde. No piso, revestimento vinílico em padrão amadeirado.

 

Amantes das viagens e de encontros regados a um bom vinho, os proprietários queriam espaços que pudessem desfrutar com amigos. Em função dessa demanda, as profissionais priorizaram a integração dos ambientes sociais resultando em amplitude, para melhor aproveitar a restrita área do apartamento, sem deixar a estética de lado. “Pensamos na forma e na funcionalidade. O planejamento englobou estudo da circulação e distribuição do mobiliário”, relatam.

Originalmente, o apartamento possuía três quartos. Um dos recursos do projeto de interiores para racionalizar os espaços e criar uma brinquedoteca foi a demolição das paredes que compartimentava o terceiro dormitório, sendo substituída por uma estante. Agora, esse elemento divide e integra o espaço e a sala, permitindo visão de ambos os lados.

Os futuros moradores solicitaram que a ambientação fosse neutra, mas que, ainda assim, apresentasse uma bossa colorida em alguns objetos e móveis soltos. Assim o design respeitou a vontade, e no living abusou da madeira em seus revestimentos e parte do mobiliário para transmitir aconchego. Os pufes e objetos decorativos dão toques de cor no décor.

Além do detalhamento de marcenaria, o design de interiores previu a escolha acertada de acabamentos e revestimentos, a exemplo das paredes que se diferenciam. Oras são recobertas de papel, de revestimento em relevo ou pastilhas, oras acoplam painel de madeira. . “Escolhemos um mix de materiais que se harmonizam e dão unicidade à linguagem, com pitadas de ousadia”, explicam. As paginações de pisos também foram elaboradas pelo escritório. Tudo para conferir personalidade.

Para arrematar o design, as profissionais elaboraram o projeto de iluminação, valorizando ainda mais a proposta. A luminotécnica recorreu a lâmpadas em LED, mais econômicas e sustentáveis. A luz pontual e focada se deu com spots em trilhos externos, destacando o paisagismo, e é complementada com pendentes e abajures.

 

Espaços elaborados para o convívio são integrados por meio do piso, do mobiliário e das portas de correr.

projeto2

O estar é ligado ao jantar que ocupa a varanda do projeto original. Apesar de enxuta, o social acomoda diversos convidados. Em primeiro plano, o aparador embute pufes coloridos e serve como área de refeição. Ao fundo, as janelas receberam persianas rolô (Alfa Decor) como proteção. Objetos da Lardeco.

 

projeto3

O estar/home theater é formado por um gostos sofá voltado para o painel de madeira (Criare) que abriga a TV. Veja que tem iluminação traseira embutida que ressalta o papel de parede (Alfa Decor), criando volumetria. Graças a porta de correr, o espaço conecta-se à cozinha.

 

projeto4

Na cozinha, de novo a madeira, a exemplo do adesivo (Estilo Comunicação Visual), que reproduz os veios de uma tábua antiga. A ilha, feita em granito Preto São Gabriel (Pedras Origem), cria outra área de refeição e abriga o cooktop. Esta para o dia a dia, mas que pode ser usada em grandes eventos. Na área molhada, revestimento de pastilhas (Decortiles) que combina a marcenaria (Criare) neutra.

 

projeto5

Este foi o único canto que sofreu remoção de alvenaria. O antigo quarto perdeu uma parede que foi substituída pela estante sob medida que divide a sala e a brinquedoteca e propicia fluidez visual ao espaço.

 

 

 

 

 

 

“O resultado foi um projeto com espaços despojados e toques sutis de aconchego e ousadia”

 

 

 

 

 

 

 

 

projeto6

Do outro lado da estante está a brinquedoteca também resolvida com marcenaria. No chão, tatames para deitar e rolar.

 

Imagens Henrique Ribeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *