Por Marcela Millan

 

A grande varanda

Abrindo-se para o paisagismo exuberante, projeto preza pela rusticidade e materiais naturais

 

Para sair da confusão da metrópole, a família carioca – um casal produtores de cinema, com cinco filhos de casamentos diferentes – adquiriu o terreno em um condomínio em Mangaratiba (RJ), com vista relaxante e idílica. Eles queriam por um espaço que trouxesse a praia para dentro de casa e que valorizasse a privacidade de cada usuário.

 

projeto1

A casa projetada pelo MPG Arquitetura banha-se de luz natural abrindo-se para o exterior como uma enorme varanda, para a área de lazer, por meio dos painéis de correr feitos de venezianas de madeira.

 

O projeto de 770 m², de clima rústico e aconchegante, foi idealizado pelo arquiteto Miguel Pinto Guimarães, da MPG Arquitetura, tirando partido da bela vista local. Com a proposta, a propriedade compreende-se em uma casa sede e três bangalôs, todos térreos. Com telhado em taubilha de eucalipto, forro em madeira e palha de bambu trançado, piso cimentado e elevada do solo a cerca de 1,5 metros, a residência evoca das ocas às casas portuguesas e à arquitetura colonial.

A casa sede reúne as áreas de estar, lazer e suíte principal. Nela, o desenho do telhado foi pensado para criar um grande beiral, de mais de um metro, permitindo uma grande inclinação e aumento da largura dos vãos livres, sem pilares. Na periferia dos blocos, painéis de correr fechados [pr venezianas modificam a fachada da casa, a medida que correm pelo trilho embutido no beiral e no piso. “Eles controlam a privacidade, a iluminação e a ventilação”, explica.

Um grande corredor central coberto por um pergolado de aço cortem, vidro e forro de palha articula os quatro espaços da sede, que foi pensada em ambientes menores para que, entre eles, pudessem existir jardins internos, equalizando luz natural em todas as áreas. O piso é de cimentado. Toda a decoração foi desenvolvida pelos clientes, que reaproveitaram os móveis rústicos que já possuíam . Destaque para as luminárias decorativas de palha, que seguem a tônica praiana.

 

projeto2

Na sede, o living com pé-direito duplo tem madeira predominante, tanto na estrutura à vista do telhado quanto nas esquadrias fechadas com venezianas móveis. Destaque para a biblioteca criada com a farmácia chinesa antiga e os pendentes de palha trançada. Os estofados e mesa rústica eram do acervo da cliente.

 

projeto3

No detalhe, vê-se as paletas da venezianas que se movem conforme a necessidade. Rústica, a tem decoração segue a temática marinha e foi elaborada pelos proprietários com objetos de estima, colecionados ao longo da vida.

 

“A casa é uma grande varanda e a vida acontece do lado de fora, em volta da piscina”

Miguel Pinto Guimarães, arquiteto MPG

 

 

Imagens André Nazareth

 

Revista Decorar

Autor: Revista Decorar

Compartilhe

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *